Entrada
Entrada
O Centro
Investigação
Investigadores
Actividades Destaques 2015-2018 2014-2011 2010-2007 2006-2003 2002-1999
Formação
Publicações
Biblioteca
Redes Internacionais
Recursos Electrónicos
Call for Papers
Boletim
Ligações úteis
Contactos

English VersionCEC no FacebookCEC no YouTube
Entrada seta Actividades seta 2010-2007 seta ACT 19 - Europa a Preto e Branco

ACT 19 - Europa a Preto e Branco

Colóquio Internacional
12-14 de Maio de 2008
Francisco Vidal,
Novo: Programa Definitivo Disponível

Image

(Este colóquio insere-se no projecto Dislocating Europe)
 

 
Para se inscrever, é favor contactar Este endereço de email está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email  
Prazo limite de inscrição: 6 de Maio 2008
 

Valores da inscrição no colóquio:

Não Estudantes: 50 €
Estudantes: -------

Conferências plenárias:

  • Paul Gilroy (London School of Economics)
  • Ella Shohat (New York University)
  • Robert Stam (New York University)

    APELO A PARTICIPAÇÃO

     O colóquio Europa a preto e branco tem como objectivo analisar definições contraditórias e complementares daquilo que a Europa é, foi e deve ser.
     Parte-se do pressuposto de que a Europa não pode ignorar as suas histórias coloniais a nível nacional e transnacional. Consequentemente, há que redefinir prioridades e identidades num espaço crescentemente multicultural, tomando simultaneamente em conta os conflitos que permeiam as interacções na contemporaneidade que não podem ser entendidas como um mero “choque de civilizações”, mas como lugares complexos de convivialidade (Gilroy) ou zonas de contacto (Pratt), em que a desigualdade de anteriores dependências é prolongada e contestada.
     Estas questões não podem ser dissociadas dos debates em torno das possibilidades e dos limites da teoria pós-colonial, como o demonstram os desenvolvimentos mais recentes nos estudos pós-coloniais, e o modo como aquela tem sido analisada por disciplinas distintas com diferentes ênfases e objectivos.
     São estas as questões que pretendemos discutir, reunindo especialistas de diferentes disciplinas e áreas, localizados em diferentes países e continentes, esperando assim contribuir para um debate aprofundado, numa perspectiva comparada, com o objectivo de testar as possibilidades e as limites das abordagens pós-coloniais a contextos disciplinares e geográficos específicos.

  • Qual a relevância de conceitos como os de identidade e diferença, raça e etnicidade ou de hibridez, quando aplicados em contextos sociais e geográficos, campos disciplinares específicos e a questões relacionadas com as políticas de representação?
  • Como articular os discursos sobre a diferença e a produção da mesma (Gupta / Ferguson) com o papel dos universais nos direitos humanos e as reivindicações em torno da cidadania?
  • Como analisar as representações da religião e do secularismo segundo a especificidade dos contextos locais na Europa contemporânea? Como ler os discursos correspondentes segundo a especificidade das histórias coloniais?
  • Qual o papel de formas emergentes de culturas expressivas na  música, cinema e artes visuais? Como deverão estas ser avaliadas, quando se consideram outras narrativas em torno da identidade, tal como as que foram tradicionalmente propostas pela literatura, história ou antropologia?
  • Até que ponto poderão estas tendências contribuir para se ‘despensar’ a Europa (Stam/ Shohat)?

Os interessados deverão enviar as suas suas propostas, incluindo um resumo, EM PORTUGUÊS OU INGLÊS (máximo 2000 caracteres, com espaço), para Este endereço de email está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email até 31 de Janeiro de 2008.


Comissão Organizadora:

  • Manuela Ribeiro Sanches
  • João Ferreira Duarte
  • Fernando Clara

    Secretariado:
  • Leonor P. Martins
  • Rita Correia 
  • Rita Maia

Valores da inscrição no colóquio:

Não Estudantes: 50 €
Estudantes: -------






| Imprimir | Adicionar aos Favoritos |

Centro de Estudos Comparatistas da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa
conteúdos: © 2006 - 2017, Centro de Estudos Comparatistas
textos assinados: © autor respectivo