Entrada
Entrada
O Centro
Investigação
Investigadores
Actividades Destaques 2015-2018 2014-2011 2010-2007 2006-2003 2002-1999
Formação
Publicações
Biblioteca
Redes Internacionais
Recursos Electrónicos
Call for Papers
Boletim
Ligações úteis
Contactos

English VersionCEC no FacebookCEC no YouTube
Entrada seta Actividades seta 2014-2011 seta Oficina de Formação "Literatura-Mundo e inovação pedagógica: fundamentos e práticas de leitura"

Oficina de Formação "Literatura-Mundo e inovação pedagógica: fundamentos e práticas de leitura"

Oficina de Formação
Organização: Centro de Estudos Comparatistas
Data: 08-11-2012 a 28-02-2013
Local: Sala de Vídeo, FLUL    

LITERATURA-MUNDO E INOVAÇÃO PEDAGÓGICA: FUNDAMENTOS E PRÁTICAS DE LEITURA
Oficina de Formação para Professores do Grupo 300
 (Registo: CCPFC/ACC-72014/12; N.º créditos: 1,9)

O Centro de Estudos Comparatistas da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, através do Clube UNESCO Literatura-Mundo e com a colaboração do Centro UNESCO Ciência, Arte e Engenho, vai realizar uma Oficina de Formação destinada a Professores do Grupo 300.
Porque a fundamentação científica da componente literária dos programas de Português assenta na revisão do próprio conceito de literatura nacional, abrindo os currículos ao diálogo com outras literaturas, de acordo com uma tendência que se tem afirmado nos últimos anos e que implica objectivos e competências ao mesmo tempo específicos e transversais, torna-se necessário traçar o quadro conceptual das mudanças em curso e lançar, junto dos professores da disciplina, as bases de novas práticas de leitura que contribuam para a formação de leitores cada vez mais capazes de, relacionando textos, aproximar mundos.

A Oficina de Formação que agora se apresenta propõe-se precisamente dar resposta a essa necessidade e visa:

a) promover uma alteração dos paradigmas da leitura literária a partir do debate sobre a supranacionalidade do literário e em função de conceitos como o de literatura europeia, o de literatura em português e o de Literatura-Mundo;

b) abrir caminhos que conduzam do manual escolar à antologia, propondo a reflexão sobre critérios de selecção, organização e uso de recursos didácticos e estimulando uma nova forma de trabalhar os textos do manual, uns em relação com outros e todos em articulação com textos complementares, encarados numa perspectiva multimodal.

Para tanto, foi pensado um programa, cujos conteúdos, brevemente enunciados, são os seguintes:

1. A Literatura-Mundo face ao currículo; contextos e instrumentos metodológicos.

2. Revisão e actualização de conceitos e paradigmas de referência: literatura nacional e supranacionalidade; globalização, tradutibilidade e Literatura-Mundo.

3. Literatura-Mundo e direito aos clássicos: cânone e currículo, no quadro de um ensino de base comparada; modos de ler/modos de ser: implicação e leitura crítica.

4. Tradução e memória literária; previsibilidade/imprevisibilidade dos processos de representação canónica; tematologia e gesto antológico, com o manual escolar e para além dele.

5. Circulação dos textos, comparatismo e prática pedagógica.

O trabalho presencial conjunto, que decorrerá sempre à 5.ª-feira, das 18:00 às 21:00, constará de 5 sessões teórico-práticas e 3 sessões práticas – mediadas por um período de aplicação, em contexto educativo, de propostas de leitura associadas a uma determinada categorização e esboçadas nas primeiras sessões, cujos resultados práticos serão apresentados e debatidos nas últimas – e terá a seguinte calendarização:

1.ª sessão [08.11.12]
Vocação cosmopolita do literário: literatura nacional e supranacionalidade; a literatura como sistema de reenvios e formas de relação: tradutibilidade e Literatura-Mundo (Weltiteratur, World Literature). Cânone e antologia: o direito aos clássicos; o contemporâneo como lugar de reinvenção do clássico. Ensinar é escolher: revisão de conceitos para novas práticas; comparatismo e pedagogia literária.


2.ª – 5.ª sessões [15.11.12; 22.11.12; 29.11.12; 06.12.12]
Literatura-Mundo em português e em Portugal: textos escritos em língua portuguesa e textos traduzidos. A antologia como lugar de irradiação da leitura: diferentes géneros, diferentes épocas, diferentes culturas; categorias temáticas, leituras cruzadas, reconhecimento mútuo; práticas multimodais; construção de propostas didácticas.


6.ª – 8.ª sessões [14.02.13; 21.02.13; 28.02.13]
Apresentação pelos formandos dos módulos didácticos por eles concebidos e aplicados, apreciação crítica dos resultados obtidos, debate das várias propostas em presença.
A formação estará a cargo de Helena Carvalhão Buescu, Maria Graciete Silva, Cristina Almeida Ribeiro e Ruth Navas.

O processo de avaliação dos formandos terá por base um relatório escrito individual sobre a aplicação em contexto educativo das propostas de leitura associadas à Literatura-Mundo, a entregar até ao 14.º dia após a última sessão de trabalho presencial conjunto. A avaliação quantitativa, na escala de 1 a 10 valores, far-se-á nos termos do n.º 3 do artigo 13.º do RJFCP e da carta circular n.º 3/2007 do CCPFC e será complementada por avaliação qualitativa, que seguirá, de acordo com a mesma carta circular, o referencial previsto no n.º 2 do artigo 46.º do DL n.º 15/2007, de 19 de Janeiro.
Nos termos da legislação em vigor, a Oficina, avaliada pelos formandos, através da resposta a um inquérito elaborado para o efeito, e pelos formadores, através da elaboração de um relatório crítico, baseado nas respostas dos formandos ao inquérito avaliativo e na análise das actividades desenvolvidas, será ainda objecto de relatório a elaborar por um especialista de formação designado para o efeito.

A Oficina de Formação funcionará com um mínimo de 12 e um máximo de 18 participantes. As inscrições, isentas de qualquer pagamento, far-se-ão junto do Centro de Estudos Comparatistas, através de mensagem enviada para o endereço Este endereço de email está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email , e estarão abertas de 4 a 31 de Outubro, sendo registadas por ordem de chegada. A mensagem será identificada em “Assunto” pela menção “Oficina de Formação Literatura-Mundo” e dela deverá constar, além do nome completo e do e-mail do formando, a indicação da respectiva escola.






| Imprimir | Adicionar aos Favoritos |

Centro de Estudos Comparatistas da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa
conteúdos: © 2006 - 2017, Centro de Estudos Comparatistas
textos assinados: © autor respectivo