Entrada
Entrada
O Centro
Investigação
Investigadores
Actividades
Formação
Publicações
Biblioteca
Redes Internacionais
Recursos Electrónicos
Call for Papers
Boletim
Ligações úteis
Contactos

English VersionCEC no FacebookCEC no YouTube
Entrada seta Call for Papers seta Conferência Internacional Limiares na Literatura e nas Artes

Conferência Internacional Limiares na Literatura e nas Artes

Data: 7 - 8 de Junho de 2018
Data limite para submissão de propostas: 31 de Janeiro de 2018
Local: FLUL

English version | French version

Durante o último século, o conceito de “liminaridade” foi merecendo uma atenção cada vez mais acentuada em diversas áreas, da psicologia à antropologia, da filosofia aos estudos literários e culturais. No entanto, o estado que esta palavra define é muito anterior à existência da própria palavra. Basta pensar nos mitos, nos heróis e nos deuses associados à catábase, bem como noutras formas de passagem na cultura da Antiguidade greco-latina, para ter uma ideia do enraizamento histórico deste conceito.

Etimologicamente, o termo deriva da palavra latina limen – “limiar” –, que partilha a mesma raiz presente na palavra limes – “limite”, “margem”, “fronteira”. Se, por um lado, a semelhança quase idêntica da grafia apresenta a ideia comum de algo (uma pedra ou um pedaço de madeira) que é colocado transversalmente para assinalar o fim e/ou o início de um local, por outro lado, a ligeira diferença ortográfica espelha as suas diferenças funcionais e ontológicas. Na verdade, se o limen assinala o limite de um edifício ou de um aposento, a sua relação com o acto de “passagem” é claramente antitético ao do limes. Como define Mircea Eliade (The Sacred and the Profane, Harcourt, 1987, p. 25), o limiar é o lugar paradoxal que liga os mesmos dois espaços que separa: sob regras e rituais precisos, o limiar permite a passagem e quase que a exige. A função do limes, pelo contrário, é a de assegurar a impermeabilidade dos dois espaços.

O objectivo da presente conferência internacional é estimular a reflexão sobre este terceiro espaço, literalmente ambíguo, que desafia toda a lógica binária dentro/fora (bem como acima/abaixo, antes/depois, etc.). Dada a vasta extensão do tema, este primeiro encontro, que será seguido, assim se espera, por outros de maior alcance, incidirá nas manifestações multifacetadas do “limiar” na literatura e nas artes.

A conferência inclui mas não se restringe aos seguintes temas:

  • Limiar, concepções
  • Limiares, espaço e/ou tempo
  • Limiares e mito
  • Limiares, passagens e transgressões
  • Limiares e identidade: inclusão, exclusão, ambiguidade
  • Limiar e género
  • Limiar e racismo

As propostas de comunicação devem ser enviadas em ficheiro Word, até 31 de Janeiro de 2018, para o seguinte correio electrónico: Este endereço de email está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email

As propostas de comunicação devem incluir:

  • Nome do autor
  • Afiliação institucional
  • Título da proposta
  • Resumo (300 palavras)

Todas as propostas serão submetidas a um processo de arbitragem científica.
Os autores das comunicações aceites serão notificados até 1 de Março de 2018.
As comunicações não deverão exceder os 20 minutos.

Línguas: Inglês, Francês, Português

Taxa de inscrição: 90€ (Estudantes: 60€)


Calendário

31/01/2018: Prazo para submissão de propostas

01/03/2018: Notificação de aceitação

15/04/2018: Inscrição

07-08/06/2018: Conferência


Comissão Organizadora:

Centro de Estudos Clássicos e Centro de Estudos Comparatistas da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

 






| Imprimir | Adicionar aos Favoritos |

Centro de Estudos Comparatistas da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa
conteúdos: © 2006 - 2017, Centro de Estudos Comparatistas
textos assinados: © autor respectivo