Entrada
Entrada
O Centro
Investigação
Investigadores
Actividades
Formação
Publicações
Biblioteca
Redes Internacionais
Recursos Electrónicos
Call for Papers
Boletim
Ligações úteis
Contactos

English VersionCEC no FacebookCEC no YouTube
Entrada seta O Centro

Apresentação

Fundado em 1998, o Centro de Estudos Comparatistas (CEC) está sediado na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e reúne investigadores com diferentes formações académicas e nacionalidades. Reconhecido por ser uma comunidade vibrante, solidária e bem integrada, o CEC obteve a classificação máxima - excepcional - na mais recente avaliação (2014) da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT). Foi descrito como “um Centro imaginativo e claramente focado, que alcança uma excelente combinação entre pesquisa, competências e métodos cruzando uma ampla gama de disciplinas das ciências sociais e humanas.”

Investigação & Estratégia

A investigação do CEC situa-se na fronteira de várias disciplinas das humanidades e ciências sociais, contribuindo assim para o surgimento de campos interdisciplinares originais. O CEC está organizado em quatro Grupos de Investigação:

  • CITCOM – Cidadania, Cosmopolitismo Crítico, Modernidade(s), (Pós)-Colonialismo
  • LOCUS – Espaços, Lugares e Paisagens
  • MORPHE – Memória, Testemunho e Esquecimento
  • THELEME – Estudos Interartes e Intermedia

O Plano Estratégico do CEC assenta na linha de investigação abrangente “comparatismo, cosmopolitismo reflexivo e estudos globais críticos'. A abordagem do CEC ao comparatismo baseia-se em métodos interdisciplinares de investigação para dar conta das complexidades das relações entre o artístico, o cultural, o social e o histórico, e o textual e contextual. Explora ainda o modo como a linguagem, a cultura e o poder são construídos, transformados ou contestados no espaço e no tempo.

Ao propor a expressão “cosmopolitismo reflexivo”, o CEC visa reorientar o comparatismo, recorrendo a uma abordagem crítica às noções de mobilidade e às dinâmicas nacionais e transnacionais, considerando não só as articulações complexas entre os desafios nacionais e transnacionais, mas também questões relacionadas com a migração e a (i)mobilidade, o multiculturalismo, a cidadania, os direitos humanos e a hospitalidade. Ao enfatizar a noção de "estudos globais críticos,” pretende-se realçar uma abordagem renovada do comparatismo, focada na relação entre a política, a economia, a cultura e a arte no mundo em geral. Esta ênfase tem em conta o esforço por articular teorias e metodologias que cubram os desafios locais e globais, a necessidade de uma abordagem reflexiva a questões e definições da particularidade e universalidade e a vontade de investigar as práticas artísticas e culturais na intersecção dos processos económicos e sociais, considerando o impacto da globalização.

Reconhecendo, embora, que as tendências que favorecem as abordagens inter e transdisciplinares se tornaram cada vez mais comuns em todo o mundo, continuamos a prestar especial atenção aos caminhos e percursos específicos que moldaram estas tendências em Portugal e nos países de língua portuguesa, bem como na Europa.

Direcção e Coordenação Científica:

  • Everton V. Machado (Vice-Director)
    Este endereço de email está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email

    Assessoria de Direcção:

      • Sofia Ferreira Pinto
        Este endereço de email está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email

      Eventos, Comunicação, Website:

      • Raquel Lima
        Este endereço de email está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email

      Gestão de Projectos:

      • Catarina Almeida
        Este endereço de email está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email

      Bases de dados, Publicações, Biblioteca:



      CEPAC - Comissão Externa Permanente de Aconselhamento Científico:
       
      Ella Shohat (NYU), Maria Irene Ramalho (Universidade de Coimbra), Mark Nash (Royal College of Arts, London), Mary Louise Pratt (NYU), Patricia Odber de Baubeta (University of Birmingham, UK) e Robert Stam (NYU).


      Estatutos do Centro de Estudos Comparatistas






      | Imprimir | Adicionar aos Favoritos |

      Centro de Estudos Comparatistas da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa
      conteúdos: © 2006 - 2017, Centro de Estudos Comparatistas
      textos assinados: © autor respectivo