Entrada
Entrada
O Centro
Investigação
Investigadores
Actividades
Formação
Publicações Revista Textos e Pretextos Série ACT Livros Revista Dedalus Revista estrema
Biblioteca
Redes Internacionais
Recursos Electrónicos
Call for Papers
Boletim
Ligações úteis
Contactos

English VersionCEC no FacebookCEC no YouTube
Entrada seta Publicações seta Revista Textos e Pretextos seta Herberto Helder

Herberto Helder
ImageTextos e Pretextos Nº 1 (Esgotado)
Edição: CEC
Ano: 2002
Preço: 10€

A não ser que se aceite como certo o fatalismo que parece caracterizar uma alma qualquer nacional, não haverá uma razão que nos leve a ler este ou aquele texto. No entanto, é certo que só conseguimos tirar algum sentido de nós mesmos, se captarmos algumas das letras que chovem à nossa volta    chuva que se aglomera em signos, signos que crescem em textos e textos que rapidamente são interiorizados e se transformam em pretextos nossos. Ler, ser e viver parecem dispostos em círculo e talvez não façamos outra coisa que não seja dar passos em volta.

Como uma espécie de chuva que cai e se entranha logo no espírito, Herberto Helder (que é outro nome para um poema contínuo que se escreve ainda hoje) é o pretexto presente. Trata-se de um poeta que vive nos seus versos, que escreve do mundo interior, das suas paisagens e desarrumações. Esta é uma máquina lírica de textos mutantes, porque o que se procura é a construção de uma outra ciência, a última possível, no espaço silencioso de cada palavra. Desafiar o que é considerado estável será o objectivo de quem arranca a música “da carnagem das gramáticas” reconhecendo “o rítmico pavor do nome”.

Naturalmente, outras reflexões se seguirão nos próximos números sobre a palavra poética contemporânea. Dispensando conclusões, este pórtico permanecerá suspenso no aberto até ao próximo pretexto.

 

ÍNDICE

TEXTURAS

  • “Nexos Intertextuais entre O Amor em Visita, de Herberto Helder e O Cântico dos Cânticos”, Ana Luísa Alves
  • “O POEMA COMO ACTO ACTUANTE. Aproximação a uma poética da reconstrução em Herberto Helder”, Clara Riso
  • “O Efeito-Autor em volta de um capítulo de Herberto Helder”, Manuel de Freitas
  • “UM MUNDO SÓ-LIDO? Visões do real na poesia de Herberto Helder e Sophia de Mello Breyner Andresen”, Margarida Gil dos Reis
  • “Um percurso surrealista em Herberto Helder?”, Marisa João Salvador

TESTEMUNHOS

TEXTUALIDADES

Bibliografia

Cronologia

Callixto

ENTREVISTA

DEAMBULAÇÕES

ILUSTRAÇÕES






| Imprimir | Adicionar aos Favoritos |

Centro de Estudos Comparatistas da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa
conteúdos: © 2006 - 2017, Centro de Estudos Comparatistas
textos assinados: © autor respectivo