Entrada
Entrada
O Centro
Investigação
Investigadores
Actividades
Formação
Publicações
Biblioteca
Redes Internacionais
Recursos Electrónicos
Call for Papers
Boletim
Ligações úteis
Contactos

English VersionCEC no FacebookCEC no YouTube
Entrada

Deslocalizar a Europa. Antropologia, Arte, Literatura e História na Pós-Colonialidade
ImageOrganização: Manuela Ribeiro Sanches
Edição: Cotovia
Ano: 2005

Sinopse

No caso concreto de Portugal, que questões se levantam no que respeita à sua identidade, não só face à inserção na União Europeia, mas também à presença crescente de ex-colonizados dentro do seu espaço nacional? Quais as estratégias e as responsabilidades disciplinares perante estas mesmas transformações no campo das humanidades? Como pensar novos modos de transmitir e leccionar as disciplinas clássicas, surgidas em torno da invenção da nação, tomando em conta os desafios da pós-colonialidade? Que outras temporalidades podem ser pensadas para além de uma narrativa centrada na nação, na “Europa”, no “Ocidente”? Estas são algumas das questões que motivam a apresentação do conjunto de textos traduzidos.

Índice:

  • “Introdução”, Manuela Ribeiro Sanches
  • “Reconsiderando a Teoria Itinerante”, Edward Said (Tradução de Manuela Ribeiro Sanches)
  • “As Ficções da Representação Factual”, Hayden White (Tradução de Marina Santos)
  • “O Tempo e a Escrita sobre o Outro”, Johannes Fabian (Tradução de Carlos Branco Mendes)
  • “Sobre a Autoridade Etnográfica”, James Clifford (Tradução de Carlos Branco Mendes)
  • “A Questão Outra”, Homi K. Bhabha (Tradução de Manuela Ribeiro Sanches)
  • “Cultura e Poder. Teorias do Discurso Colonial”, Nicholas Thomas (Tradução de Fernando Clara)
  • “Histórias de Minorias, Passados Subalternos”, Dipesh Chakrabarty (Tradução de Manuela Ribeiro Sanches)
  • “Transculturação e Autoetnografia: Peru 1615/1980”, Mary Louise Pratt (Tradução de João Catarino)
  • “O Artista como Etnógrafo”, Hal Foster (Tradução de Manuela Ribeiro Sanches)







| Imprimir | Adicionar aos Favoritos |

Centro de Estudos Comparatistas da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa
conteúdos: © 2006 - 2017, Centro de Estudos Comparatistas
textos assinados: © autor respectivo